Blog

Feridas que não cicatrizam: o que pode ser?

Não são só pacientes com diabetes que sofrem com machucados que custam a cicatrizar. Pessoas com insuficiência arterial, varizes, obstrução dos vasos sanguíneos e até fumantes também podem ter esse tipo de dificuldade.


Já quem tem diabetes, tende a perder a sensibilidade nos membros inferiores devido a neuropatia causada pela doença. Com isso, uma simples ferida ou um corte nos pés ignorado pode causar um quadro complexo que chega até uma cirurgia de reparação se não tratada. Como a pessoa não sente dor, ela vai deixando até chegar em um caso grave!

Por que a ferida se agrava?


Cortes, bolhas e até simples rachaduras podem evoluir para uma ferida que não cicatriza quando não são tratados e higienizados corretamente. A primeira coisa que deve ser feita é a lavagem da ferida com água e sabão, mesmo que arda, para prevenir infecções.


A segunda coisa é cobrir a ferida, enquanto recente. Pode haver contaminação da ferida exposta e por isso, é recomendável um curativo ou proteção adequada.


A terceira etapa é limpar a ferida sempre que for trocar o curativo. Tirar o excesso do medicamento anterior, no caso uma pomada receitada por um médico, é primordial para a ação do medicamento posterior ser efetiva.


Orientamos que, caso qualquer ferida não tenha cicatrizado em um prazo de no máximo duas semanas, procurar um médico para fazer o tratamento correto e evitar problemas maiores.